1994,Brasil.
Por que será que você não assume que eu sou seu homem? Por que o tempo todo fala no meu nome? Confessa que você não sabe me esquecer. Tem nada a ver, você é quem está fugindo da verdade. Parece que tem medo da felicidade, você diz que não, seu corpo diz que sim.

Jorge e Mateus.  (via velejo)

Foi difícil pra mim sabe? Ter que dizer adeus para nós, ter que deixar você ir, foi realmente uma das coisas mais difíceis que eu tive que fazer, mas eu fiz, eu cortei todos os laços e fios que nos ligavam, e aquilo doeu, doeu como bater o dedinho na quina da mesa, porém doeu mais, desinterligar os fios que nos ligavam doeu bem mais. Eu tive que fazer, não porque eu quis, mas porque foi preciso, as vezes, é preciso deixar algumas coisas irem embora, mas isso não significa que você deixou de amar, de gostar, e de desejar, isso faz você sentir tudo isso em dobro. Ver você ir embora, chorando, foi como se alguém partisse meu coração em duas partes, uma você levou, e a outra, bem, ficou comigo, assim como nossas memórias, nossos sonhos, tudo que nós construímos. Espero no fundo do meu puro coração, que você entenda, e que me perdoe algum dia, de alguma forma, por ter entrado na tua vida, e também no teu coração. Eu não deixei de te amar, mas acho que aos poucos, esse amor vai acabando, ou aumentando, e o que resta é a saudade, a maldita saudade, mas antes mesmo de você partir, eu já comecei a sentir saudades, eu te amei, apesar de tudo, te amei verdadeiramente. Me perdoe, mas é nosso fim, nossos fios agora, estão verdadeiramente cortados, tudo que nos ligava está desaparecendo aos poucos, a talvez, amanhã de manhã nem exista mais, ou então existirá em dobro.

Carta de despedida.   (via extinta)

Nós somos frágeis, será que as pessoas não percebem isso? Todos precisamos de amor, carinho, sorrisos, abraços e um bom dia. Será que as pessoas desaprenderam a se importar? Sinceramente, eu cansei de me preocupar com quem não faria nada por mim. É hora de ligar o botãozinho do “foda-se”. É hora de recomeçar.

Anjificar. (via extinta)

Saudade de quem dizia sentir saudade de mim…

Guilherme M. (via sincronizar)

Sabe aquela frase :”Preparo um café ou minha vida?” não sei nem de quem é, porém vejo em muitos lugares e já usei muito também, sou um clichê ambulante. Então, sabe o que me lembra? Você, eu lhe perguntei o que deveria preparar, você não quis nem esperar, quando fui fazer o chá, me disse que café não havia de gostar, então eu fui, mas quando voltei quem foi, foi você.

Cartas para ele, Sophia Weltschmerz   (via sincronizar)

Seja como flor,
floresça.

no jardim   (via carpejar)

Talvez você encontre alguém melhor. Com mais maturidade que eu, com menos orgulho, com mais experiência, com menos… Problemas. Alguém que não seja um problema em si. Alguém que vai facilitar tudo pra você, ao invés de dificultar mais ainda, tá me entendendo? Alguém que vai te proteger e afastar de tudo que te assusta, alguém que vai compreender teus medos bobos e que vai te dar colo naqueles teus momentos sensíveis e acessos de choro. Que vai saber as coisas certas pra dizer e a hora certa de dizer também. Que vai respeitar teu tempo e espaço. Que não vai ter orgulho quando se trata de você. Que andaria até a puta que pariu a pé só pra ver teu rosto. Que escalaria o Monte Everest se isso fosse o necessário pra arrancar um sorriso isso de ti. Que iria até o fim do mundo pra conceder teus desejos e vontades. Mas, namoral? Achar alguém que te ame mais do que eu… Isso aí já vai ser difícil. Enfim, boa sorte.

Vinícius Kretek.  (via carpejar)

Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.

Martha Medeiros.   (via sou-inseguro)

Quando eu tinha 5 anos, minha mãe sempre me disse que a felicidade era a chave para a vida. Quando eu fui para a escola, me perguntaram o que eu queria ser quando crescesse. Eu escrevi ‘feliz’. Eles me disseram que eu não entendi a pergunta, e eu lhes disse que eles não entendiam a vida.

John Lennon. (via extinta)

Não sou um escritor, apenas amo por meus sentimentos no papel sem nenhuma ambição. Gosto de escrever para uma garota, pois é ótimo ver a reação da mesma ao receber minha carta. A carta pode ser boba, com alguns erros e até meio amassada, porém há nela sentimentos verídicos que gosto de demonstrar sempre.

Desejos de Arthur.   (via carpejar)

Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.

Martha Medeiros.   (via carpejar)

Não existe distância e muito menos fronteiras para o amor.

Escrevas. (via reatou-se)

Não. Não quero ter que depender de algo incerto e duvidoso. Não quero alimentar esperanças e expectativas para no fim, a pessoa me matar por falta de amor. Não quero ficar acordada a noite em claro pensando e chorando. Não quero correr o risco de cair no esquecimento. Prefiro morrer do que me acabar por alguém, antes morrer por loucura do que por desamor.

A Escritora de Bar (via reatou-se)


@ acumulou