1994,Brasil.
Não sou tão ruim assim, ainda não matei ninguém .

Mariana Viana   (via sofisticou)

Eu tinha tudo na mão e agora ando meio calado e mutante. Eu aprendi que, nos relacionamentos, com as verdades não se brinca. Meio que rindo, chamei você pra morar comigo, meio choramingando você disse que era melhor não.

Gabito Nunes.  (via sofisticou)

Porque quando você ama sente necessidade da outra pessoa. Não por dependência, carência e outras essências. Mas porque é bom estar ali, com o corpo junto, coração do lado, ouvindo a respiração. Você se sente em casa.

Clarissa Corrêa. (via lettres-a-paris)

Mas percebi que inevitavelmente o tempo passa e as pessoas mudam e as lágrimas secam e você começa a se reerguer devagar.

Clarissa Côrrea. (via inverbos)

Me desculpa a caretice, mas eu sou do tempo que o ‘eu te amo’ precisava ser verdadeiro para ser dito.

Tickets of Cassie. (via extinta)

Já fui cheio de esperanças pelos acontecimentos sem explicações, as historias de cinema, o puxão pelo braço seguido por beijo, de um “eu te amo” seco. Mas são tantos acontecimentos aleatórios que, hoje, acredito mais em “você e idiota”, “que mongol”, “deixa de ser sonso”, “seu insuportável”. Afinal, para o amor, fazer propaganda boa e perda de tempo. Amar é gostar das qualidades e ser apaixonado pelos defeitos.

Thiago Guedes. (via extinta)

Queira eu ou não, tudo seu me afeta demais. Um “oi” mal dado, um sorriso falso, um comentário fora de hora, uma crítica maldosa, uma mensagem atrasada. Acredito que esse seja meu pior defeito, não consigo ignorar essas pequenas coisas ou o que elas me causam, estou tentando dizer que, se você falar algo que me machuca, não vou comentar, sou do tipo que guarda pra si e chora à noite quando ninguém mais percebe, quando todos estão dormindo. Tudo me atinge e eu não consigo intervir nisso, mesmo tentando não parecer chata nessa espécie de quase vida, onde eu quase falo, quase vou, quase sinto, quase amo, vivo nesses quases. E toda essa importância que eu dou para as suas palavras, para as suas atitudes é o que acaba comigo, porquê eu sempre faço tudo que está no meu alcance para te agradar e em troca só levo desvantagens, só recebo a pouca importância que você dá à tudo que eu faço e fiz por você, parece que tudo tende a dar errado quando eu me importo. Tudo tem sempre de dar errado quando você não me dá a importância que eu mereço. Tudo tem sempre de dar errado quando eu te amo e não sei deixar de te amar.

Tickets of Cassie. (via extinta)

Não tenho certeza, na hora me pareceu uma boa saída não dizer nada. Nem mesmo depois dos gritos, contas jogadas no chão e as ameaças de sair porta a fora. Eu meio que sabia aonde as coisas iam terminar, eu realmente não tinha muito pra oferecer, mas tudo o que eu pretendia me tornar era por causa dele.

Reset? I love both of us. (via extinta)

Cada lágrima que derramo por você é uma parte sua dentro de mim indo embora.

Tickets of Cassie. (via extinta)

Se seus olhos falassem, o que diriam?

A menina que roubava livros  (via lettres-a-paris)

É claro que ninguém nunca vai ser como a gente espera. É claro que precisamos fechar um olho, fingir que não ouvimos determinadas coisas, deixar passar batido outras tantas. Se formos levar tudo ao pé da letra fica muito difícil manter uma amizade. Mas não dá para pisar em ovos o tempo inteiro, não dá pra encenar um papel a todo instante. Precisamos ser nós mesmos. Preciso manter minha naturalidade, não posso viver dando desculpas para sua falta de jeito ou para o meu excesso de sentimentalismo. Sim, eu sei que fico filosofando sobre as coisas e procuro pelo em ovo. Mas ultimamente ando mais simples, mais consciente. O que tiver que ser vai permanecer. É claro que todos os relacionamentos exigem esforço, precisam de um empurrão para funcionar. Mas não posso ser a única a fazer esforço. Dois têm mais força que um. Lembra disso.

Clarissa Corrêa.  (via extinta)

Gritar pra que?
Me escuta quem quiser.

Carol Alves.  (via desembarcou)

richesnbitches:

http://richesnbitches.tumblr.com/


@ acumulou